& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Torcedor que foi em todos os jogos da arena

 
       
 

a Arena completa quatro anos desde sua primeira partida oficial e o corintiano, Marcelo Garber foi em todos os jogos da casa do Timão.

 
  Por:

Voz da Fiel

19/05/2018 12:50:57  
       
 
 
 
       
   Torcedor que foi em todos os jogos da arena   
  Foto: Lance  
       
  A casa do Timão completa quatro anos nesta sexta-feira desde sua inauguração oficial. E para contar melhor essa história repleta de emoções, Marcelo Garber torcedor fanático do clube, teve a oportunidade de comparecer em todos os jogos do Corinthians na Arena.

Com um ótimo retrospecto jogando em seu estádio, o Timão saiu derrotado apenas 11 vezes, em 133 partidas disputadas. Além de quatro títulos conquistados: dois Campeonatos Paulistas (2017 e 2018) e dois Campeonatos Brasileiros (2015 e 2017).

Residente do bairro Vila Mariana, Marcelo conta como alcançou este feito, o que a nova casa lhe proporcionou e sobre todas as emoções sentidas na Arena.

Eu tenho o hábito de acompanhar o Corinthians há décadas e o último jogo que eu não fui em que o clube fosse mandante foi em uma partida contra o Internacional, no Pacaembu, em 17 de julho de 2011. Não pude comparecer apenas porque eu estava viajando, fora isso eu fui em todos os jogos dessa data em diante. Nesse período fui à Arena, Pacaembu, Canindé e alguns no interior. Eu tento ir em todos que eu posso, desde que eu tenha tempo e dinheiro, e nas últimas duas décadas eu programei minha vida para que isso fosse possível.

Jogar dentro de casa é outra coisa, você tem toda referência de localização, conhece todas as característica do gramado e a acústica da Arena é muito legal, favorece muito a torcida. Eu acho que nossa casa é fundamental nesse retrospecto que o Corinthians tem como mandante e apesar de tudo que passamos dentro do Pacaembu, hoje eu vejo que lá não tínhamos essa força. A Arena Corinthians é infinitamente superior.

Eu não me lembro de nenhum momento negativo, teve uma ou outra derrota, mas nada grave. Agora positivamente é difícil de escolher, o 6 a 1 contra o São Paulo foi bem legal, os títulos foram inesquecíveis, mas para mim o jogo mais marcante foi o 1 a 0 contra o Palmeiras, no Paulistão de 2017, em que estávamos com um a menos por conta de uma expulsão injusta e eles achavam que iriam nos golear. Até que Jô marcou no último minuto e fez com que esse fosse um dos melhores dias da minha vida.
 
      
 

 
  Nos jogos fora de casa: Acompanho bastante como visitante também, em 2017 eu perdi cinco jogos no ano inteiro. Os que acontecem no exterior geralmente são mais complicados de ir devido a toda a parte econômica envolvida. Esse ano eu só perdi um jogo até agora, mas infelizmente não vou conseguir ir para a Venezuela. Eu tenho mantido uma média de 85% a 90% de presenças em jogos do Corinthians na última década e essa é a minha primeira opção de lazer, sempre que tenho tempo e dinheiro eu vou ao jogo do Corinthians.

Sobre o Fiel Torcedor: Esse programa facilitou muito, se juntar todo tempo que passei em filas para comprar ingressos, acho que seria mais de um mês de espera. Desde a época em que comecei a acompanhar mesmo o clube, eu ia buscar ingressos na Federação Paulista de Futebol, na Brigadeiro Luis Antônio, pois a bilheteria abria de madrugada e eu tinha que chegar cedo lá, perdi muita aula. O Fiel Torcedor é uma maravilha especialmente para aqueles que priorizam o Corinthians, pois acabam tendo uma pontuação maior e alguns benefícios, como comprar ingressos antecipadamente. Então eu consigo escolher meu setor, mas não é que me sortearam para ir aos jogos, eu vou por conta própria e pela vantagem que o site me oferece. Eu priorizo o Corinthians e ele me prioriza, isso é fantástico, espero que esse programa se mantenha por muitos anos.

Qual o sentimento que a nova casa te proporciona: A Arena me proporciona algo que eu não conseguia ter no Pacaembu ou em outros estados que o Corinthians fosse mandante. Minha mãe tem 80 anos e eu há uns três anos, perguntei para ela o que gostaria de fazer nessa reta final de vida e a resposta dela me surpreendeu: “Eu quero ir a todos os jogos do Corinthians”. No Pacaembu não era possível pois o estacionamento ficava longe e por algum motivo a Polícia Militar impede de usar o espaço oferecido pelo próprio estádio para deixar o carro em dia de jogos. Já a Arena me proporciona estacionar lá dentro, com facilidade de acesso, banheiro bem localizados e assim, minha mãe assiste as partidas com todo conforto. Estamos sempre no Setor Sul, então nos últimos três anos eu tive a oportunidade de levar minha mãe em quase todos os jogos e isso para mim é um motivo de imensa alegria. Não sei quanto tempo vamos fazer isso juntos, mas é um ponto a ser ressaltado na Arena. A acessibilidade e a facilidade de locomoção.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Vitor Chicarolli (Lance)