& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Timão treina pênaltis e tem a volta de Douglas

 
       
 

o Corinthians se reapresentou nesta segunda-feira depois da derrota por 2 a 1 para a Chapecoense

 
  Por:

Voz da Fiel

13/08/2018 14:52:41  
       
 
 
 
       
   Timão treina pênaltis e tem a volta de Douglas   
  Foto: Web/Voz da Fiel  
       
  Quem foi titular no domingo, porém, ficou apenas no hotel, e os prováveis titulares na próxima quarta, na Copa do Brasil, foram a campo. Ficaram dúvidas na formação.

A boa notícia para o técnico Osmar Loss é que o volante Douglas treinou normalmente, com uma proteção no pé, depois de sofrer com um pisão na derrota para o Colo-Colo na Copa Libertadores. Jonathas também se mostrou recuperado de lesão e pode ser novidade no time.

A dúvida em relação a utilização do centroavante acontece também porque Clayson, um dos titulares que atuou no domingo, não treinou. Se Loss optar por escalar um centroavante, como vinha atuando até a lesão de Jonathas, ele pode ser opção – já Roger não está inscrito.
 
      
 

 
  Outra possibilidade é a entrada de Ralf no time no lugar de Gabriel, que não vem bem e foi expulso na Libertadores. Como ele ficou no hotel, o veterano treinou entre os titulares.

Cássio foi o único jogador que iniciou no domingo e trabalhou nesta segunda. Ao lado dele, o time de linha titular teve nove atletas: Fagner, Pedro Henrique, Henrique, Danilo Avelar, Ralf, Douglas, Jadson, Romero e Pedrinho. A definição da equipe, porém, só deve acontecer na terça.

Depois da atividade, os jogadores do Corinthians também treinaram pênaltis, possibilidade no duelo de quarta em caso de qualquer vitória da Chapecoense por um gol de diferença.

Para se classificar às semifinais da Copa do Brasil, o Corinthians joga pelo empate depois de ter vencido a partida de ida, em São Paulo, por 1 a 0. O gol marcado fora de casa não é mais critério de desempate, por isso qualquer triunfo simples da Chapecoense provoca os pênaltis.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: ESPN