& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Timão espera por Fagner e vê Gabriel se desgastar na lateral

 
       
 

o Corinthians aguarda ansioso para saber se poderá contar com Fagner para o primeiro jogo da decisão desta quarta-feira, contra o Cruzeiro

 
  Por:

Voz da Fiel

08/10/2018 08:05:37  
       
 
 
 
       
   Timão espera por Fagner e vê Gabriel se desgastar na lateral   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  Ele tem limitações de movimento por conta de uma fibrose no na coxa esquerda e trabalha para poder assumir sua posição novamente.

Nos últimos jogos, o nome escolhido para a função foi o de Gabriel, que tem a preferência de Jair Ventura mesmo com outros atletas de ofício disponíveis. Suas últimas apresentações, no entanto, têm causado desgaste. Contra o Flamengo, no 3 a 0 para os cariocas, ele foi apontado como um dos piores em campo.

Os números também mostram que Fagner é importantíssimo para o Corinthians. O lateral da seleção esteve em campo em 36 ocasiões e venceu 20 vezes, com dez derrotas, um desempenho de mais de 60%. Sem ele, o Alvinegro jogou 24 vezes, ganhou sete, empatou cinco perdeu 10, o que significa 36% dos pontos conquistados.
 
      
 

 
  "O Fagner todos esperam. Não adianta julgar o Gabriel agora. O Vitinho foi meu jogador, um dos mais caros do Brasil e mostrou hoje porque é um dos mais caros. A gente não pode culpar o Gabriel, ele fez um improviso para a gente e espero o retorno do Fagner. Vai ser importante para nós", afirmou Jair Ventura depois do revés na sexta-feira.

Em entrevistas recentes, o atleta manteve o discurso positivo e disse que deveria ter condições de jogar a final. Nesta segunda-feira, o Corinthians volta a treinar e o treinador poderá ter melhores condições de avaliar se contará ou não com o titular da posição.

Improvisar Gabriel mesmo com a chance de escalar Mantuan foi uma opção que se intensificou com a chegada de Jair Ventura. O novo treinador prefere usar o volante em outra posição a dar chance para o garoto de 21 anos.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: UOL