& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Timão deverá terminar como o pior da capital

 
       
 

após nove anos, equipe deverá terminar Brasileirão atrás de São Paulo e Palmeiras

 
  Por:

Voz da Fiel

31/08/2018 15:20:09  
       
 
 
 
       
   Timão deverá terminar como o pior da capital   
  Foto: ESPN  
       
  Fora da Libertadores, o Corinthians retoma suas atenções à Copa do Brasil e ao Campeonato Brasileiro. Se no mata-mata a equipe cumpre um bom papel e já se garantiu entre os quatro melhores, no Brasileirão o panorama é diferente - ainda mais se levar em conta as campanhas de seus rivais.

Com São Paulo e Palmeiras entre os melhores do campeonato - atualmente 1º e 4º colocados, respectivamente -, esta deve ser a primeira vez em nove anos em que o Corinthians ficará atrás de seus dois rivais da capital.

Desde seu primeiro ano após o retorno à Série A em 2009, o Corinthians quase sempre teve papel de protagonista no torneio e esteve à frente de ao menos um de seus rivais.

Na oportunidade, a equipe terminou o ano na 10º posição do Campeonato Brasileiro, muito devido aos títulos do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil conquistados no primeiro semestre. São Paulo ficou em 3º e o Palmeiras em 5º.
 
      
 

 
  Foram durante estes anos que o time alvinegro teve seu período mais glorioso em termos de conquistas, incluindo os três títulos brasileiros em 2011, 2015 e 2017.

Mesmo com más campanhas, a equipe ainda conseguiu ficar à frente de ao menos um de seus principais adversários. A pior colocação em todos estas temporadas foi na temporada 2013, quando terminou em 9º. Em contrapartida, o São Paulo ficou em 10º, enquanto o Palmeiras sequer disputou o torneio - estava na segunda divisão.

Atualmente na oitava colocação, o Corinthians briga para se manter na zona de classificação para a Copa Libertadores do próximo ano. A próxima tarefa será neste sábado contra o Atlético-MG, na Arena Corinthians, às 21h.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: ESPN