& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Sob o comando de Carille, Timão conquistou Bi do Paulistão

 
       
 

depois de 35 anos o treinador levou a equipe ao Bicampeonato, derrotando o rival Palmeiras na final

 
  Por:

Voz da Fiel

09/12/2018 12:29:40  
       
 
 
 
       
   Sob o comando de Carille, Timão conquistou Bi do Paulistão   
  Foto: Corinthians  
       
  De volta ao Timão, o técnico Fabio Carille também foi um dos responsáveis por levar o clube do Parque São Jorge à conquista de um bicampeonato Paulista, feito que não ocorria há 35 anos (o Timão havia conquistado o Paulistão duas vezes consecutivas, pela última vez, em 1982 e 1983).

Depois de um primeiro ano vitorioso no comando do Alvinegro, em 2017, quando conquistou o Paulistão e o Campeonato Brasileiro, Fabio Carille iniciou a temporada de 2018 com um time um pouco diferente do que terminara o Brasileirão com a taça do Heptacampeonato. O atacante Jô e o lateral esquerdo Guilherme Arana deixaram o clube, mas outros jogadores como Sidcley e Mateus Vital foram incorporados ao elenco corinthiano.

Na primeira fase do Estadual, o Timão estava no grupo A, ao lado de Bragantino, Ituano e Linense. A equipe fez boa campanha, com destaque para a atuação nos clássicos contra Santos, São Paulo e Palmeiras. Contra a equipe santista, o Alvinegro empatou em 1 a 1 no estádio do Pacaembu. Diante do São Paulo, o Timão venceu por 2 a 1, com gols de Jadson e Balbuena. No Derby, disputado na Arena Corinthians, o clube do Parque São Jorge superou o arquirrival por 2 a 0, com um golaço de Rodriguinho na primeira etapa e outro do atacante Clayson.

Com a segunda melhor campanha de toda a primeira fase, o time de Fabio Carille teve pela frente, nas quartas de final, o Bragantino. Depois de sair atrás do primeiro jogo (2x3), realizado no Pacaembu, o Timão resolveu o duelo com o massa bruta ainda no primeiro tempo da segunda partida, com gols marcados por Maycon e Sidcley.
 
      
 

 
  Na semifinal, assim como em 2017, o adversário foi o São Paulo. Com campanha superior, o Alvinegro teve a vantagem de decidir o duelo de 180 minutos na Arena Corinthians. No primeiro confronto, no Morumbi, vitória do São Paulo por 1 a 0. Na casa corinthiana, o jogo da volta reservou um dos momentos mais emocionantes daquela conquista: nos acréscimos, já aos 47 minutos, Rodriguinho subiu mais alto e cabeceou para o gol, após cobrança de escanteio, para levar a decisão da vaga para os pênaltis. Nas penalidades, melhor para o Alvinegro, que contou com duas grandes defesas de Cássio.

A decisão do estadual de 2018 trouxe mais um desafio para a equipe de Fabio Carille: encarar o rival Palmeiras, tendo que decidir o título longe de seus domínios. Na primeira partida, em Itaquera, o Timão foi superado pelo placar mínimo.

No segundo e decisivo duelo, no Allianz Parque, o Alvinegro surpreendeu o rival e, logo aos 2 minutos, abriu o placar com Rodriguinho, após linda jogada de Vital, pela esquerda. O Palmeiras, então, pressionou o Timão que, bem postado, soube se defender e levar a decisão do título para as cobranças de pênalti.

O Alvinegro anotou as primeiras cobranças com Danilo, Romero e Lucca. Cássio, mais uma vez decisivo, defendeu as cobranças de Dudu e Lucas Lima. Fagner desperdiçou seu chute mas, na última cobrança, Maycon balançou as redes e o Corinthians, de Fabio Carille, comemorou o seu 29º título Paulista na casa do rival. Superando as desconfianças, o Timão era o Bicampeão da Fé.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Corinthians