& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Ralf teve nome ligado ao São Paulo em duas ocasiões

 
       
 

o jogador foi especulado no Tricolor em 2015, ainda no Timão, e em 2017, ao deixar a China

 
  Por:

Voz da Fiel

09/11/2018 11:30:40  
       
 
 
 
       
   Ralf teve nome ligado ao São Paulo em duas ocasiões   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  Com sete títulos conquistados e 380 jogos, Ralf é uma das maiores referências do atual elenco do Corinthians. Aos 34 anos, ele participa de um clássico contra o São Paulo pela 24ª vez neste sábado, às 17h (de Brasília), em Itaquera, com 12 vitórias, cinco empates e seis derrotas desde 2010.

Por duas vezes nos últimos anos, porém, o volante teve seu nome ligado em negociações com o próprio São Paulo: uma em 2015, pouco antes de sua renovação contratual com o Corinthians, e outra no fim de 2017, quando se desligou do Beijing Guoan, da China, e ficou livre no mercado.

Mas será que Ralf realmente ficou perto de transferir ao São Paulo? Mito ou verdade?

Nas duas ocasiões, o interesse do São Paulo no jogador chegou a ser noticiado na imprensa, mas Ralf nunca esteve mesmo próximo do rival.
 
      
 

 
  Especulações em 2015 e 2017

Há três anos, na primeira vez em que as especulações aconteceram, o volante vivia uma novela de renovação com o Corinthians, que devia dinheiro para seus agentes. Enquanto as partes costuravam um novo acordo, notícias apontavam para uma negociação paralela com o São Paulo.

André Costa, um dos agentes do volante, foi visto na sede social do Morumbi neste período. Enquanto torcedores especulavam uma negociação, ele afirmou na época que estava no clube para visitar amigos que eram sócios do São Paulo e que jogavam futebol no clube. No fim de 2015, o Corinthians acertou a renovação com Ralf por dois anos. Um mês depois, ele foi para a China.

Em novembro do ano passado, após duas temporadas inteiras longe do Brasil, Ralf voltou a ser apontado como opção no Morumbi. Intermediários procuraram os respresentantes dele e garantiram que havia uma boa aceitação do nome. Nunca houve, porém, uma roda de negociação.

Em entrevista em novembro passado, o próprio Ralf chegou a dizer que não gostaria de atuar por outro clube paulista que não o Corinthians. Três meses depois, voltou ao Timão.

– É difícil voltar para um rival. Sempre vou ser lembrado como o Ralf do Corinthians. Não quero apagar essa história. Foi tão difícil conquistar e chegar onde cheguei. Não quero jogar tudo isso fora da noite para o dia – declarou, há um ano.

Ralf, é bom lembrar, chegou a jogar por quatro meses na base do São Paulo quando tinha 19 anos. Assim que estourou a idade, foi dispensado. Mais tarde, aos 25 anos, chegou ao Corinthians.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Marcelo Braga (Globo Esporte)