& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

PrimeiraForça – O primeiro título de Carille no Timão

 
       
 

o time comandado por Fábio Carille em 2017 era tido como a quarta força do futebol de São Paulo

 
  Por:

Voz da Fiel

09/12/2018 12:26:43  
       
 
 
 
       
   PrimeiraForça – O primeiro título de Carille no Timão   
  Foto: Corinthians  
       
  O Campeonato Paulista de 2017 foi a primeira competição oficial de Fabio Carille como técnico efetivo do Corinthians. No entanto, ele não era novato no clube. Auxiliar técnico desde 2009, tinha acompanhado o desenvolvimento da equipe e participado de todas as conquistas sob o comando de Mano Menezes e Tite. Por isso, quando assumiu de vez o cargo de técnico do Timão sabia muito bem o que fazer e qual seria o projeto de equipe dele.

“O torcedor do Corinthians pode esperar uma equipe muito organizada e com muita entrega. As linhas serão muito organizadas e compactas”, avisou em dezembro de 2016. A promessa já foi cumprida com cinco meses de trabalho, um time muito coeso, forte defensivamente e campeão paulista.

O início do Campeonato Paulista de 2017 não foi muito animador. Na estreia, o Corinthians enfrentou o São Bento, fora de casa, e ganhou por 1 a 0, com gol de pênalti de Jô. Na segunda rodada, na Arena Corinthians, o Timão perdeu por 2 a 0 para o Santo André. Na sequência, mais duas vitórias simples diante de Novorizontino e Audax.

Os resultados até a quarta rodada do Campeonato Paulista começaram a dar ainda mais força à imprensa, que tratava o Corinthians como “quarta força” do estado de São Paulo. Quieto e sem responder às críticas, Carille seguiu trabalhando. Na noite de 22 de fevereiro, veio a partida que “virou a chave” do elenco e começou a calar os críticos.

Na Arena Corinthians, pela quinta rodada do Paulistão, o Corinthians recebeu o Palmeiras – apontado pela maioria como favorito ao título. O Timão começou o jogo melhor que o rival, mas um erro grave de arbitragem – o juiz confundiu Gabriel com Maycon, deu o segundo amarelo e o expulsou – deixou a equipe com um a menos ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, após sofrer grande pressão, o Alvinegro chegou à vitória com um gol de Jô aos 43 minutos.
 
      
 

 
  Com o resultado positivo, a equipe ganhou confiança, mas também manteve os pés no chão. O time venceu outros jogos importantes, como o clássico diante do Santos (1x0), e se classificou para as quartas de final. Na primeira fase de mata-mata, o Corinthians enfrentou o Botafogo-SP. Com um empate fora de casa (0x0) e uma vitória na Arena Corinthians (1x0), avançou à semifinal.

Na luta pela vaga na decisão, o Timão enfrentou o São Paulo. No primeiro jogo, no Morumbi, uma atuação de gala: o Alvinegro ganhou por 2 a 0, com gols de Jô e Rodriguinho. No segundo, na Arena Corinthians, a equipe de Fábio Carille jogou com inteligência e, com um empate (1x1), garantiu lugar na grande final.

Exatamente 40 anos depois do inesquecível título do Campeonato Paulista de 1977, o Corinthians voltava a decidir um Estadual diante da Ponte Preta. Assim como na semifinal, o Timão matou o duelo logo na primeira partida. No Moisés Lucarelli, em Campinas, vitória por 3 a 0. Na volta, na Arena Corinthians, bastou um empate (1x1) ao Alvinegro para assegurar o título.

A conquista do primeiro título não mudou o jeito de ser do técnico Fábio Carille. “Eu não fico pensando em título no domingo, pensando em Campeonato Brasileiro, Sul-Americana. Eu penso no amanhã. No que eu posso ser melhor? O que eu posso melhorar na minha equipe que não está funcionando?”.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Corinthians