& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Jair evita falar de arbitragem e projeta Corinthians reforçado

 
       
 

o técnico vê jogo truncado diante do Botafogo e espera contar com Jadson e Douglas no sábado

 
  Por:

Voz da Fiel

05/11/2018 08:17:19  
       
 
 
 
       
   Jair evita falar de arbitragem e projeta Corinthians reforçado   
  Foto: André Durão/Globo Esporte  
       
  Em uma rápida entrevista coletiva no estádio Nilton Santos, o técnico Jair Ventura evitou lamentações pela derrota do Corinthians por 1 a 0 para o Botafogo, neste domingo, pelo Brasileirão.

O treinador preferiu projetar o clássico contra o São Paulo, marcado para sábado, às 17h, em Itaquera.

– Foi um jogo equilibrado, truncado, com muita disputa pela segunda bola, bola parada... Dentro desse jogo, com algumas oportunidades para as duas equipes, o Botafogo conseguiu sair com a vitória. Não adianta a gente ficar lamentando muito, temos um clássico pertinho – afirmou.

Jair Ventura espera poder contar com os retornos do meia Jadson (edema na panturrilha direita) e o volante Douglas (vetado de última hora contra o Botafogo).
 
      
 

 
  – Temos que recuperar jogadores importantes, como Jadson e o Douglas, que treinei a semana inteira com ele e, no último lance do treino, tomou um tostão e acabou ficando fora do jogo. É recuperar nossos guerreiros para a gente fazer um grande clássico e vencer diante da nossa torcida.

O treinador do Corinthians não comentar sobre o polêmico lance em que Roger pede pênalti de Marcinho no segundo tempo. O atacante deixou o campo revoltado com a atuação do árbitro Leandro Pedro Vuaden.

– Eu sigo sem falar de arbitragem, não sei até quando, mas sigo a linha de não falar de arbitragem –disse Jair.

O Corinthians permanece com 39 pontos no Campeonato Brasileiro e ainda não está totalmente livre do rebaixamento. Por outro lado, as chances de se classificar para a Libertadores de 2019 são cada vez menores.

– Vamos jogo a jogo, fazer nosso melhor e chegar no dia 2 de dezembro, quando terminar a partida contra o Grêmio, vemos onde fomos capazes de chegar. O Corinthians não pode nunca olhar para baixo, não vai ser com uma vitória que a gente vai olhar para cima ou com uma derrota que vamos olhar para baixo. Vamos fazer nosso melhor jogo a jogo.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Thiago Lima (Globo Esporte)