& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Fagner celebra volta e ignora as críticas

 
       
 

o lateral-direito irá perder a primeira partida da semifinal da Copa do Brasil e dois jogos do Brasileirão, um deles contra o Palmeiras

 
  Por:

Voz da Fiel

18/08/2018 09:53:02  
       
 
 
 
       
   Fagner celebra volta e ignora as críticas   
  Foto: Gero Rodrigues/Lance  
       
  Convocado para defender a Seleção Brasileira nos amistosos contra Estados Unidos e El Salvador, nos dias 7 e 11 de setembro, Fagner comemorou bastante a oportunidade de mais uma vez poder representar seu país. Em entrevista coletiva nesta sexta-feira, o lateral-direito falou mais sobre a nova chance na equipe de Tite.

?- É um momento de alegria voltar para a Seleção. Ser chamado para representar o seu país é um motivo de orgulho. Não sei se é um novo ciclo, continuidade, mas estou feliz de voltar, por ter dado continuidade no clube, que me possibilitou voltar à seleção. Se não fosse o Corinthians e meus companheiros me dando suporte, eu não teria voltado. Agradeço aos meus companheiros e a minha família - expôs o jogador.

Fagner foi questionado sobre as críticas de alguns torcedores e jornalistas sobre sua convocação para a Seleção Brasileira. O corintiano garantiu que essas contestações não o atrapalham.

– Eu encaro isso da melhor forma possível, não tenho que tentar responder. A melhor forma de fazer isso é trabalhar, foi o que fiz na Copa do Mundo e o que vou continuar fazendo, buscando melhorar, evoluir, que é aquilo que me possibilitou disputar uma Copa e voltar à Seleção. Quem sabe lá na frente eles (os críticos) vão falar o contrário - afirmou.
 
      
 

 
  Por conta da viagem aos Estados Unidos, local que serão realizados os amistosos da Seleção, o camisa 23 deve desfalcar o Corinthians na primeira semifinal da Copa do Brasil, contra o Flamengo, além de duas partidas pelo Brasileirão contra Ceará e Palmeiras. Fagner evitou falar muito sobre o assunto.

– É assim há algum tempo, a gente tem que saber lidar com isso. Não pensei nos jogos que posso perder, só no jogo de amanhã. Estou feliz com a convocação. Vou pensar nisso mais pra frente. Agora vou curtir o momento e focar no jogo contra o Grêmio – disse o lateral-direito, que completou em seguida:

– Vendo pelo lado do empregador, é uma situação difícil, dá pra entender. Mas muitas vezes é uma oportunidade única na vida do atleta. É uma situação delicada, não sou eu quem tem que falar disso.

Por fim, o corintiano também comentou um possível favoritismo das outras três equipes semifinalistas da Copa do Brasil (Cruzeiro, Flamengo e Palmeiras).

- Nosso trabalho é desenvolver dentro de campo, fazer nosso papel, é difícil estar ali, são os quatro grandes do Brasil e todos têm condição de ser campeões. Jogo de mata-mata não tem como ter previsão de quem é favorito. São equipes de tradição, grande no futebol brasileiro. Serão jogos difíceis - concluiu Fagner.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Vitor Chicarolli (Lance)