& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Encerrada geração que não vingou no Corinthians

 
       
 

Com a saída de Marquinhos Gabriel encerra geração de R$ 35 milhões que não vingou no Corinthians

Marquinhos, Giovanni Augusto, Guilherme, André e Marlone: apostas de 2016 não decolaram

 
  Por:

Voz da Fiel

20/08/2018 07:33:35  
       
 
 
 
       
   Encerrada geração que não vingou no Corinthians   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  O empréstimo de Marquinhos Gabriel para o Al-Nasr, dos Emirados Árabes Unidos, coloca fim a uma geração de reforços que foi contratada pelo Corinthians em 2016, por consequência do desmanche após o hexacampeonato brasileiro. E que, apesar dos títulos do clube nos últimos dois anos, não decolou.

Para substituir Renato Augusto, Jadson, Malcom e Vagner Love, negociados entre dezembro de 2015 e janeiro de 2016, a diretoria agiu rápido e investiu pesado na contratações de nomes que, com a aprovação de Tite, eram vistos como potenciais protagonistas.

Ao todo, foram investidos R$ 35 milhões na compra de Marlone, que havia se destacado no Sport; Giovanni Augusto e André, que perdiam espaço no Atlético-MG; Guilherme, que voltava do futebol turco; e Marquinhos Gabriel, que chegou apenas em maio, após passagem pelo futebol saudita.

Dos cinco, Marquinhos foi quem mais jogou (102 jogos), mas nunca teve um período como titular absoluto. Mesmo nos títulos estaduais de 2017 e 2018 e no Brasileirão do ano passado, teve raros momentos de brilho, aparecendo como alternativa aos jogadores titulares.
 
      
 

 
  Do quinteto, o primeiro a sair foi André, ainda em agosto de 2016. A negociação com o Sporting, de Portugal, envolveu o perdão de uma dívida pela compra do volante Elias. No ano seguinte, saíram Marlone (março de 2017, para o Atlético-MG e depois Sport) e Guilherme (abril de 2017, para o Atlético-PR). Em fevereiro deste ano, Giovanni Augusto foi cedido ao Vasco.

A comissão técnica em 2016 investiu ainda no meia Alan Mineiro, comprado por R$ 1 milhão da Ferroviária e que deixou o clube seis meses depois; no goleiro Douglas, que chegou do Bragantino, foi emprestado duas vezes e acabou negociado com o Bahia; e do zagueiro Vilson, que chegou de graça e é o único remanescente no elenco, mas convive com lesões e não joga há 17 meses.

Marlone:

- Contratado por R$ 4 milhões do Sport

- 50 jogos, nove gols

- Deixou o Timão em março de 2017 rumo ao Atlético-MG; foi para o Sport em dezembro

- Tem contrato com o Corinthians até 31/12/2020

Giovanni Augusto:

- Contratado por R$ 15 milhões do Atlético-MG

- 78 jogos, sete gols

- Deixou o Timão no início do ano, rumo ao Vasco

- Tem contrato com o Corinthians até 31/12/2019

Marquinhos Gabriel:

- Contratado por R$ 10,5 milhões do Al Nassr, da Arábia Saudita

- 102 jogos, 13 gols

- Deixa o Corinthians nesta semana, rumo ao Al-Nasr, dos Emirados

- Tem contrato com o Corinthians até 30/7/2020

Guilherme:

- Contratado por R$ 5,6 milhões do Antalyaspor, da Turquia

- 50 jogos, oito gols

- Deixou o Corinthians em abril de 2017, para o Atlético-PR

- Tem contrato com o Corinthians até 31/12/2019

André:

- Contratado em operação conjunta com Giovanni Augusto

- 29 jogos, seis gols

- Vendido ao Sporting em agosto de 2016

- Não tem mais contrato com o Corinthians
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Globo Esporte