& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Emerson Sheik reúne campeões da Libertadores e cogita cargo no Timão

 
       
 

no adeus ao futebol, atacante de 40 anos diz que quer ajudar Corinthians no ano que vem

 
  Por:

Voz da Fiel

08/12/2018 07:42:36  
       
 
 
 
       
   Emerson Sheik reúne campeões da Libertadores e cogita cargo no Timão   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  Uma noite de homenagens, recordações e de um ponto final.

Aos 40 anos, Emerson Sheik encheu a Arena Corinthians na noite de sexta-feira para a segunda edição do evento "Sheik e amigos contra a fome" – foram 44 mil ingressos trocados por alimentos, que serão doados para instituições de caridade. Destes, 32 mil foram ao estádio.

Foi o último ato de Sheik como jogador de futebol. Mas a história no Corinthians pode continuar. Antes do jogo, voltou a falar sobre o futuro e manteve viva a possibilidade de ganhar um cargo.

– Existe sim uma enorme possibilidade de eu ficar aqui no Corinthians para a temporada de 2019, porém, eu ficaria me sentindo útil, se por ventura esse convite se concretizar e se tornar real, eu quero ajudar. Não quero ficar aqui pela história, por tudo que eu conquistei, quero participar efetivamente da temporada 2019 e ajudar a direção a caminhar para títulos – disse Sheik.

Herói do título da Libertadores de 2012, Sheik foi homenageado no minuto 12 do primeiro tempo com a entrada da taça na companhia dos filhos Emerson Filho e Henry. Ele recebeu ainda uma placa das mãos de Duílio Monteiro Alves, diretor de futebol do Timão. Alessandro, capitão da conquista, ergueu o troféu.
 
      
 

 
  O time de Sheik no primeiro tempo, aliás, contou com outros oito campeões da Libertadores: Cássio, Alessandro, Chicão, Leandro Castán, Fábio Santos, Jorge Henrique, Alex e Liedson.

Outros campeões pelo Corinthians participaram do jogo festivo, como Marcelinho Carioca, Amaral, Cristian, Julio Cesar, Edu Gaspar e Kazim. Jadson, Marllon e Pedrinho representaram o elenco atual. Nomes históricos do futebol como Cafu, Bebeto e Djalminha também foram a campo.

Bebeto, com quatro gols, foi o artilheiro da noite. Marcaram também Douglas, Djalminha, Fred (Desimpedidos), Jorge Henrique, Cristian, Marcelinho Carioca, Pedrinho, Cafu, Smigol o anão Pedrinho (dois) e o cantor Naldo. O time de Sheik venceu por 12 a 8, e ele fez um dos gols da noite.

Provocação a rival

O YouTuber Fred, do canal Desimpedidos, sofreu com os corintianos. Palmeirense declarado, ouviu gritos de "sem Mundial" das arquibancadas.

Pé de anjo calibrado

Ídolo do Fiel, Marcelinho teve duas chances em cobranças de falta, acertando a trave numa delas.

Homenagens a Tite e Casão

Um dos momentos de maior emoção foi quando Sheik deixou o jogo e se declarou a Tite, técnico da seleção brasileira.

– Tite, eu te amo, e obrigado por me amar! – disse, na saída do gramado, ao lado dos filhos Emerson Júnior e Henry.

Depois, agradeceu a Casagrande, que comentava a partida no SporTV, por conselhos que o comentarista lhe deu para encarar a aposentadoria no futebol.

Volta olímpica

Enquanto o jogo ainda rolava, Sheik deu uma volta no gramado, cumprimentou torcedores e agradeceu aos presentes. Uma despedida de gala para o atacante:

– A rapaziada, os atletas, eles gostam muito de mim! Por isso, vou sentir muita saudade. As pessoas gostam de mim, e isso é bom. Eu não preciso de fama e dinheiro, preciso disso. As pessoas me curtem. Adorei tudo!
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Marcelo Braga (Globo Esporte)