& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Em caso de pênaltis o nosso Coringão conta com Cássio

 
       
 

Tanto o corintiano Cássio, como o flamenguista Diego Alves estão acostumados a pegarem cobranças de pênaltis, mas na nossa opinião Cássio tem uma carreira muito mais vitoriosa e sempre cresce em jogos grandes

 
  Por:

Voz da Fiel

26/09/2018 06:51:40  
       
 
 
 
       
   Em caso de pênaltis o nosso Coringão conta com Cássio   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  Como o jogo de ida, disputado no Maracanã, acabou empatado em 0x0 e o regulamento da Copa do Brasil aboliu critério do gol marcado fora de casa, toda e qualquer nova igualdade no placar da Arena Corinthians levará a decisão do finalista para as penalidades.

Campeão de quase tudo com o Corinthians e um dos ídolos mais recentes do clube de Parque São Jorge, Cássio é o segundo maior pegador de pênaltis da história do Timão. Ao todo, foram 14 defesas, quatro delas em momentos decisivos nesta temporada: duas contra o São Paulo, na semifinal do Campeonato Paulista, e outras duas na decisão do estadual, contra o Palmeiras, no Allianz Parque.
 
      
 

 
  Já o goleiro do time adversário defendeu cobranças de Cristiano Ronaldo, duas vezes, e Messi. Além da dupla, outros nomes de muito peso como Rakitic, Griezmann, Diego Costa e Mandzukic já pararam nas mãos do camisa 1 do Mengão.

Cássio teve uma passagem breve pelo futebol europeu quando se transferiu para o Corinthians e teve uma carreira meteórica, sendo fundamental nas conquistas da Libertadores e Mundial.

Hoje o gigante Cássio é o jogador mais experiente do atual elenco e um dos maiores em termos de conquista de títulos (em números e importância). O único título não conquistado pelo nosso goleiro é justamente a Copa do Brasil, então em termos de importância e títulos não há como comparar as carreiras dos dois goleiros.

O Clássico das Multidões, reunindo as duas maiores torcidas do Brasil, será disputado hoje a noite, às 21h45 (horário de Brasília). Fora o fato de jogar em sua arena, com o apoio da Fiel, o Corinthians não possui vantagem alguma diante do Flamengo, que briga para chegar à decisão do torneio pelo segundo ano consecutivo.

Em um confronto tão igual, os nomes dos goleiros pintam como favoritos ao status de protagonistas. Que São Jorge ilumine o nosso gigante Cássio, a sorte está lançada.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Voz da Fiel