& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Danilo quer a taça que lhe falta pelo Corinthians

 
       
 

o currículo de Danilo é motivo de inveja para muito jogador consagrado

 
  Por:

Voz da Fiel

28/09/2018 10:21:00  
       
 
 
 
       
   Danilo quer a taça que lhe falta pelo Corinthians   
  Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press  
       
  O meia de 39 anos já comemorou nada menos do que 22 títulos em sua carreira. Mas, falta a Copa do Brasil. Com a aposentadoria cada vez mais próxima, o meia tem a oportunidade de colocar seu nome novamente na história, caso o Timão supere o Cruzeiro na grande decisão de 2018 do torneio nacional por mata-mata. A gana para alcançar o objetivo é a mesma de um novato.

“Nunca ganhei. Se for ver, disputei poucas, sempre mais na Libertadores, acabou faltando. Espero que a gente possa conseguir. A gente sabe que tem um adversário muito forte do lado de lá. Vamos com os pés no chão, jogando do jeito que estamos jogando”, comentou o camisa 20.

Com a camisa do Corinthians, clube que defende desde 2010, Danilo venceu um Mundial Interclubes, levou a Copa Libertadores da América, ergueu três taças do Brasileirão, uma Recopa Sul-Americana e dois títulos do Campeonato Paulista.

O protagonismo do experiente jogador em grandes decisões faz o Fiel Torcida ter um carinho especial por Danilo. Prova disso se viu na terça-feira, no treino aberto feito na véspera do embate com o Flamengo, pela semifinal da Copa do Brasil. Danilo foi, de longe, o mais ovacionado pelos fãs alvinegros.
 
      
 

 
  “Importatíssimo. A gente está ai para jogar. Opção do treinador, ele decide quem joga. E tem o carinho do torcedor, ainda mais nessas fases decisivas. Eu sempre faço gol, sempre jogo muito bem e isso aí já ficou marcado para a torcida. Então, num jogo como esse, era o último antes de uma decisão, torcedor sempre tem uma confiança. Fico feliz por isso”.

Nem mesmo o fato de ter atuado em apenas oito partidas na atual temporada altera o comportamento de Danilo no dia a dia. Comprometido, ambicioso e profissional, ‘Zidanilo’, como é carinhosamente chamado por corintianos, tenta ajudar dando o exemplo aos mais jovens ou participando pouco, mas de momentos cruciais, como nas cobranças de pênaltis diante dos rivais São Paulo e Palmeiras, nas duas últimas fases do Paulistão desse ano.

Toda essa casca mais uma vez será usada para que o Corinthians saiba se comportar frente ao Cruzeiro de Mano Menezes, técnico que deu o pontapé inicial no projeto que tornou o Corinthians a equipe mais vitoriosa da década.

“Ele é um grande treinador para isso. A gente sabe que ele mobiliza todo mundo, o clube. A gente tem que ter os pés no chão, porque a gente sabe que não vai ser fácil. A equipe deles é muito boa também, mas em final as coisas se igualam. Time grande do lado de lá, time grande do lado de cá, os dois têm qualidade. Espero que a gente possa jogar do jeito que a gente vêm jogando, e vencer”, avisou Danilo.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Tomás Rosolino (Gazeta Esportiva)