& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Corinthians vive dilema com Libertadores

 
       
 

Timão vive dilema entre poupar ou não antes de Libertadores, "última prioridade" de Andrés

 
  Por:

Voz da Fiel

24/08/2018 14:20:28  
       
 
 
 
       
   Corinthians vive dilema com Libertadores   
  Foto: Web/Voz da Fiel  
       
  Para o presidente Andrés Sanchez, a Copa Libertadores é a terceira prioridade entre as três competições que o Corinthians ainda disputa na temporada. A declaração será posta à prova neste sábado, contra o Paraná, em jogo apenas quatro dias antes do duelo decisivo contra o Colo-Colo.

Escalar força máxima ou preservar jogadores de olho no mata-mata é o dilema que o técnico Osmar Loss enfrenta, com apenas um treino, nesta sexta-feira, antes da partida da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para piorar, o momento ruim na competição também não ajuda.

Antes da primeira partida das oitavas de final, no Chile, o Corinthians viveu situação semelhante, enfrentando o Atlético-PR no sábado anterior, também na Arena. Na ocasião, foram poupados os laterais Fagner e Danilo Avelar e o volante Gabriel, e diversos jovens ganharam chance.

Depois do empate em 0 a 0, Loss falou que não se tratava de priorizar competições, mas que, sempre que houvesse necessidade de preservar atletas, pensando em evitar possíveis lesões, isso seria feito no torneio de pontos corridos e não nos mata-matas (Copa do Brasil e Libertadores).
 
      
 

 
  O problema é que, desta vez, o Corinthians chega bem mais pressionado ao compromisso que antecede a disputa continental. No início do mês, por exemplo, o time tentava embalar a quarta vitória seguida na temporada. Agora, joga para evitar o quarto revés consecutivo no Brasileiro.

Até mesmo o incômodo com a parte de baixo da classificação já está no radar, visto que o clube tem a mesma distância de sete pontos tanto para o G-6, quanto para a zona de rebaixamento.

Ralf, por exemplo, que substituiu Gabriel contra o Fluminense e deverá ser titular contra o Colo-Colo, já que o colega de posição está suspenso, acredita que um bom resultado contra o Paraná pode influenciar positivamente para quarta, aliviando a pressão sobre todos no Corinthians.

“É passo a passo. Primeiro, descansar, pensar no Paraná, que é pelo Brasileiro. Temos que sair dessa situação incômoda, três jogos sem vencer, que vai refletir na quarta. Se a gente for bem no sábado, vai dar uma boa resposta na quarta-feira”, disse, no retorno da delegação alvinegra a São Paulo.

Já Loss evitou dar indícios da equipe levará a campo no sábado. As conversas com sua comissão técnica começaram já na quinta-feira, e novas avaliações nesta sexta indicarão o caminho a seguir. Segundo ele, contudo, o planejamento consideraria tanto o Paraná, quanto o Colo-Colo.

Na Série A, o Corinthians é oitavo colocado, com 26 pontos. Já na Libertadores, perdeu o jogo de ida por 1 a 0 e precisa de uma vitória pelo mesmo placar na próxima quarta para levar a decisão ao menos para os pênaltis. Triunfos por margem superior darão a vaga direta, enquanto o Colo-Colo pode até perder por diferença mínima caso marque na Arena (2 a 1, 3 a 2, etc.).

Colo-Colo com força máxima - No Chile, o Colo-Colo vive situação semelhante ao Corinthians, atuando no sábado. O técnico Héctor Tapia, porém, não tem dúvidas em relação à equipe que levará a campo: força máxima, com seus titulares, já que o compromisso é o clássico contra a Universidad de Chile.

"Temos duas grandes tarefas esses dias, primeiro o clássico e depois a ida ao Brasil. Por agora, o mais importante é ganhar o clássico para dar uma alegria à nossa torcida", disse o treinador rival.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Everaldo Marques (ESPN)