& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Corinthians não chega a um acordo pela renovação de Romero

 
       
 

As conversas para uma renovação deverão ficar para 2019

 
  Por:

Voz da Fiel

06/12/2018 14:39:52  
       
 
 
 
       
   Corinthians não chega a um acordo pela renovação de Romero   
  Foto: Reprodução/Internet/Voz da Fiel  
       
  Neste momento, há um temor no Parque São Jorge de que a situação se torne a mesma de Balbuena que, por meio de seus agentes, enrolou o quanto pôde a renovação do contrato para conseguir multa rescisória baixa já que o período de vínculo ficava cada vez mais curto.

Em fevereiro do próximo ano já será possível assinar um pré-contrato com outro clube. A diferença entre os paraguaios é o dinheiro. No caso do zagueiro, o Corinthians fixou em € 4 milhões (cerca de R$ 17 milhões) e recebeu esse valor do West Hum, da Inglaterra. No caso do atacante, o Timão ainda terá de pagar caso o mesmo não renove seu atual vínculo.

Entenda a situação: o clube terá de fazer uma composição financeira com as pessoas que o bancaram há quatro anos. Na ocasião, um grupo liderado pelo empresário Beto Rappa desembolsou US$ 3 milhões (R$ 6,6 milhões na cotação da época) para tirá-lo do clube paraguaio.
 
      
 

 
  Pelo acordo, feito pelo presidente Mário Gobbi, o Corinthians pagaria uma quantia não revelada para ficar com 20% dos seus direitos econômicos, permanecendo os outros 80% com Rappa e seus colegas. Caso Romero não seja vendido até o fim do contrato - julho de 2019 -, o Corinthians teria de reembolsar os investidores, com correção monetária. O valor, atualmente, giraria na casa dos R$ 10 milhões.

Agora para renovar seu vínculo, será necessário quitar o valor (ou ao menos parte dele) diante dos investidores. Se não conseguir a extensão, a mesma coisa.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Voz da Fiel