& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Companheiros exaltam luta diária de Danilo após jogo decisivo

 
       
 

os jogadores do atual elenco do Timão falam da dedicação diária de Danilo no Corinthians e citam ele como um exemplo a ser seguido

 
  Por:

Voz da Fiel

28/10/2018 07:10:28  
       
 
 
 
       
   Companheiros exaltam luta diária de Danilo após jogo decisivo   
  Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press  
       
  O goleiro Cássio, o lateral esquerdo Danilo Avelar e o meia Mateus Vitão não têm muita coisa em comum a não ser o fato de que são jogadores do Corinthians. Na noite deste sábado, no entanto, os três, provenientes de diferentes características do elenco, reforçaram a admiração geral pelo meia Danilo, autor dos dois gols do clube na necessária vitória por 2 a 1 sobre o Bahia, na Arena.

“Danilo tem carreira vitoriosa, um cara que sempre trabalhou. Está de parabéns, sempre comprometido com a equipe. Ajudou muito nossa equipe”, comentou o arqueiro, que ajoelhou e agradeceu aos céus logo após o camisa 20 virar uma meia-bicicleta, já quase nos acréscimos da partida, em Itaquera.

O goleiro é um dos atletas que teve mais contato com o armador, seu companheiro desde que Andrés Sanchez apostou na sua contratação, em 2012. Outrora titular e agora reserva bem pouco utilizado, Danilo agrada a todos com sua história de nove temporadas na equipe.
 
      
 

 
  “O Danilo é um exemplo para todos nós, o quanto ele trabalha, o quanto ele se dedica, o quanto ele quer ajudar a gente. É um espelho para todos os jogadores jovens que querem ter sucesso aqui no clube”, comentou o meia Mateus Vital, jovem contratado no começo do ano, que atua em posição semelhante ao companheiro mais velho.

Danilo Avelar, xará e um dos nomes mais recentes do atual elenco, reconheceu que poucos mereciam uma noite como essa além do goleador. “O Danilo é muito merecedor de tudo que conseguiu na sua carreira, hoje (sábado) não foi diferente. Mérito dele e de todo o grupo”, concluiu o defensor.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Tomás Rosolino (Gazeta Esportiva)