& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Com Jair Roger tenta voltar a ser o rei dos clássicos

 
       
 

no Botafogo, com o mesmo técnico, centroavante fez oito gols contra maiores rivais em 2017

 
  Por:

Voz da Fiel

08/09/2018 08:59:53  
       
 
 
 
       
   Com Jair Roger tenta voltar a ser o rei dos clássicos   
  Foto: Marco Galvão/Estadão  
       
  Jair Ventura vai estrear pelo Corinthians depois de apenas dois treinos para conhecer seu elenco. Mas contra o Palmeiras, neste domingo, às 16h (de Brasília), na casa do rival, ele pode recorrer a um velho conhecido para iniciar seu trabalho e reviver boa parceria dos tempos de Botafogo: o centroavante Roger, titular no Dérbi.

Sob o comando de Jair, Roger viveu uma das melhores fases de sua carreira no Botafogo, em 2017: 49 jogos e 17 gols, oito deles em clássicos locais. Quase 50% do total.

Mais do que isso: ambos desenvolveram ótima relação dentro e fora de campo, principalmente quando Roger teve um tumor no rim que o tirou dos gramados. Jair sempre ressaltou a força do atacante e fez questão de demonstrar total apoio na recuperação dele.

Diante do Palmeiras e com um técnico que o conhece bem, o camisa 9 tem a chance de reescrever sua história pelo Corinthians – e é essa a expectativa de Jair Ventura.
 
      
 

 
  – Que ele possa resgatar seu melhor futebol, futebol que teve quando trabalhamos e ele foi muito bem. Questionado pela torcida também (no Botafogo), e atacante é assim, mas que ele possa continuar fazendo gol. Ele já fez gol contra o Santos quando eu estava lá, e espero que agora ele volte a fazer gols para o meu lado – brincou o técnico.

– Tenho muito carinho por ele, assim como terei por todos do elenco. Vai jogar quem estiver melhor – completou.

No Botafogo, teve gol para todos os rivais: foram três no Flamengo, três no Fluminense e outros dois no Vasco. A atuação mais marcante foi na vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo, pelo Brasileirão, com os dois gols dele.

No Corinthians, apesar de conviver com cobranças, vem de dois gols nos últimos três jogos – sua melhor sequência pelo clube. E também marcou contra o Santos, em junho, quando o mesmo Jair era técnico do rival do Timão. São quatro gols em 18 partidas desde a estreia.

Roger recebeu atenção especial de Jair logo no primeiro dia de trabalho do técnico, que cobrou maior participação do camisa 9 na construção ofensiva e também aproximação da linha de três meias – sempre buscando Roger para o pivô ou o deixando em condições de finalizar.

Por outro lado, o centroavante ajudou Jair a conhecer alguns nomes do elenco e conversou muito com o técnico e seu auxiliar, Emílio Faro, com quem também trabalhou no Botafogo.

Contra o Palmeiras, Roger deve ganhar a concorrência de Jonathas, recuperado de lesão muscular e provavelmente relacionado para o clássico de domingo.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Diego Ribeiro (Globo Esporte)