& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Clayson deixa treino antes do fim mas deve jogar contra o Inter

 
       
 

o atacante Clayson deu um susto na manhã desta sexta-feira ao deixar o treinamento do Corinthians antes do encerramento, no CT Joaquim Grava

 
  Por:

Voz da Fiel

21/09/2018 17:09:09  
       
 
 
 
       
   Clayson deixa treino antes do fim mas deve jogar contra o Inter   
  Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press  
       
  Deslocado para a parte interna do local ao lado do zagueiro Pedro Henrique, ele motivou algumas dúvidas a respeito da sua condição física para encarar o Internacional, no domingo, às 16h (de Brasília), na Arena. De acordo com o clube, porém, sua saída antecipada já havia sido programada.

“Clayson já sentiu alguma coisinha. Pesou um pouco a perna pelo trabalho, o treinador gosta de fazer um trabalho forte (risos)”, disse o técnico Jair Ventura, indicando que o problema pode ter surgido durante a atividade, mas afirmando que o atleta não será problema para encarar os gaúchos.

“Vamos nos adequando a essa situação. Não adianta treinar muito forte porque pode perder o jogador. Mas ele está tranquilo”, assegurou o comandante corintiano, que promoveu o atleta novamente à condição de titular desde que teve um tempo mínimo para trabalhar com os atletas.
 
      
 

 
  Dono de boas atuações contra Flamengo e Sport, ele é provável titular da equipe no embate contra os gaúchos desde a terça-feira, quando o técnico Jair Ventura dividiu uma equipe com quatro atletas de frente. À esquerda, ele terá a companhia de Mateus Vital, Jadson e Romero no ataque.

O jogador tenta retomar seu bom momento do ano passado atualmente, Ele não teve tranquilidade desde o final da Copa do Mundo. Após passar o período de treinos recuperando-se de uma lesão no joelho direito, ele perdeu espaço e, quando parecia retomar sua melhor fase, teve de encarar uma doença da filha.

Incomodado com a pressão de visitar a filha no hospital e ter que treinar sem deixar o ritmo cair, Clayson ainda ganhou uma última “bomba” após a recuperação da garota: sua sogra morreu poucos dias depois, estendendo as dificuldades. Em meio a isso, soltou um “esguicho” de água em uma torcedora da Chapecoense, perdendo outros dois jogos por punição do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Tomás Rosolino (Gazeta Esportiva)