& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

Araos é testado em quatro funções diferentes

 
       
 

chileno tem quatro jogos com a camisa do Timão, dois deles como titular no Brasileirão

 
  Por:

Voz da Fiel

21/08/2018 14:29:09  
       
 
 
 
       
   Araos é testado em quatro funções diferentes   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  Titular nos últimos dois jogos no Brasileirão, nas derrotas por 2 a 1 para a Chapecoense e por 1 a 0 para o Grêmio, o chileno Ángelo Araos tem mostrado sua polivalência para a comissão técnica nos primeiros 20 dias de Corinthians.

Nos quatro jogos que fez com a camisa do Timão – três pelo Brasileirão e um pela Copa do Brasil –, o meio-campista já exerceu quatro funções diferentes no meio-campo.

– Araos é um jogador bastante versátil – elogiou o técnico Osmar Loss durante os dias em Chapecó.

Algo que também foi comum no período de sete meses pela Universidad do Chile, quando se destacou e até chegou à seleção do país. Segundo o repórter chileno José Tomás Fernández, porém, foi por dentro que ele rendeu melhor.

– Araos se destacou no Antofagasta jogando pela esquerda num 4-2-3-1 e assim chegou à La U. Com o técnico Ángel Guillermo Hoyos, estreou pelo lado direito do campo, mas não se sentiu cômodo. Sua explosão no time foi quando Hoyos mudou o sistema tático e ele passou a jogar centralizado, como um 10, no esquema 3-4-1-2 – lembra o jornalista.
 
      
 

 
  No Corinthians, Araos já atuou de quatro formas:

Como meia central no 4-2-3-1 (jogou 14 minutos em sua estreia, na vitória por 1 a 0 contra a Chape);

Como segundo volante (em boa parte dos 90 minutos da derrota por 2 a 1 contra a Chape, em seu primeiro jogo como titular);

Por dentro, como meia-esquerda, ao lado de Jadson no 4-2-4 (45 minutos contra o Grêmio e depois ao lado de Mateus Vital, nos minutos finais do mesmo jogo)

Aberto na esquerda, no 4-2-3-1 (no início do segundo tempo contra o Grêmio).

Em adaptação à nova cultura, o jogador de 21 anos recebeu na última semana a companhia da noiva Bárbara Fernández e da filha Daymi, de dois anos, que vieram em definitivo para o Brasil e estiveram presentes na Arena Corinthians no sábado, no jogo contra o Grêmio, em partida em que o chileno não teve grande destaque, mas jogou pela segunda vez por 90 minutos.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Marcelo Braga (Globo Esporte)