VOZ DA FIEL

    Aqui é o lugar onde a Fíel Torcída é ouvída de verdade

       
  Entenda a situação do atacante Matheus Matias  
       
  Segundo Bruno Cassucci (Globo Esporte), o atacante foi contratado há mais de três meses, jogador de 19 anos ainda espera chance para jogar  
  Por: Voz da Fiel 09/06/2018 15:35:26  
       
 
 
 
    
     
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  Matheus Matias estará mais uma vez no banco de reservas do Corinthians na noite deste sábado, contra o Vitória, às 21h, em Itaquera, pelo Campeonato Brasileiro.

O atacante de 19 anos já está acostumado com a rotina: se concentrar no CT Joaquim Grava na véspera da partida, ir para o estádio com a equipe, se aquecer no segundo tempo... E não entrar. Contratado há mais de três meses do ABC, Matheus ainda espera uma chance para estrear.

Matias já ouviu promessas de que, se mantiver o foco e o esforço, terá chances. Mesmo assim, em alguns momentos ele chegou a se irritar.
 
      
 
 
 
     
  Negociado com o Corinthians quando era o artilheiro do Brasil, com dez gols em dez jogos, o atacante desperta a curiosidade dos torcedores. Afinal, por que ele ainda não teve oportunidades?

Físico: Matheus Matias vem tendo acompanhamento físico, nutricional e fisiológico do Corinthians para que ganhe mais força e potência e perder gordura. A comissão técnica de Fábio Carille o via como muito franzino e incapaz de competir em alto nível. Ele adquiriu cerca de 5 kg de massa magra desde a chegada a São Paulo, mas o Timão ainda vê margem para evolução.

Adaptação: Pode parecer banal, mas esta questão é bastante importante para o Corinthians. Matheus Matias estava acostumado a um estilo de vida totalmente diferente do atual. A pressão da torcida, a cobertura da mídia e até mesmo os seguidores no Instagram, que se multiplicaram... Tudo é novo para o garoto! Além disso, ele é muito tímido, fala pouco e em tom de voz baixo, e ainda não está totalmente "solto" no elenco alvinegro. Para efeito de comparação, Bruno Xavier e Thiaguinho, jogadores que chegaram ao clube dois meses depois dele (e também não estrearam) já estão mais integrados entre o grupo.

Tem que convencer: Ao deixar o Corinthians, o técnico Fábio Carille não estava convencido que Matheus Matias tinha condições de defender a equipe. Ele e seus auxiliares viam comportamentos errados e deficiência em fundamentos no atacante, que não teve formação em categorias de base (ele jogava fut-7 até o ano passado).