& vbCrLfFrase da barra de menu desktop
Logo Voz da Fiel Titulo mobile
       
 

50 milhões: veja como o Corinthians pode usar o prêmio da Copa BR

 
       
 

se for campeão, Timão dará R$ 17,5 milhões do bônus para jogadores e funcionários

 
  Por:

Voz da Fiel

16/10/2018 08:26:46  
       
 
 
 
       
   50 milhões: veja como o Corinthians pode usar o prêmio da Copa BR   
  Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians  
       
  Não só o tetracampeonato da Copa do Brasil e uma vaga na Libertadores de 2019 que estarão em jogo para o Corinthians nesta quarta-feira. Se superar o Cruzeiro em Itaquera e ficar com o título nacional, o Timão garantirá o prêmio de R$ 50 milhões – o vice recebe R$ 20 milhões da CBF.

O valor cairia muitíssimo bem para o Corinthians, que há anos vem enfrentando dificuldades financeiras, principalmente desde 2014, por conta da construção da Arena.

Sobrariam, então, R$ 32,5 milhões. O que o Corinthians poderia fazer com essa bolada? O GloboEsporte.com apresenta abaixo algumas opções:

Dívidas e despesas do dia a dia

De acordo com o último balancete financeiro divulgado pelo Corinthians, que mostra os resultados até julho deste ano, o clube acumula um déficit de R$ 17,3 milhões em 2018 e a dívida alvinegra é de R$ 500 milhões.

Diante deste cenário, é certo que a diretoria destinará parte do prêmio em caso de título para quitar dívidas e arcar com outras despesas recorrentes. O clube acredita que pode fechar a temporada com as contas no azul.
 
      
 

 
  Contratações

Caso garanta a vaga na Libertadores de 2019, o Corinthians deve buscar reforços de maior porte e, assim, também gastará mais.

Para efeito de comparação, a contratação mais cara do Timão nesta temporada foi o chileno Ángelo Araos: cerca de R$ 17 milhões.

Sem saber se disputará a Libertadores e também se contará com os R$ 50 milhões da Copa do Brasil, o Corinthians tem apostado em reforços baratos para 2019. Os dois jogadores contratados para o ano que vem até o momento chegaram sem custos: o lateral-direito Michel Macedo e o atacante Gustavo Mosquito.

Investimento

A bolada também pode servir para o Corinthians melhorar a sua estrutura. Um exemplo é o centro de treinamento das categorias de base, que teve suas obras retomadas há alguns meses. O Timão pretende finalizar a construção no primeiro semestre de 2019.

O Corinthians evita misturar as contas do clube com as da arena, mas com esta eventual premiação (já descontando o bicho ao elenco) seria possível pagar cinco parcelas do financiamento do estádio – cerca de R$ 5,96 milhões cada.
 
      
   
 

 
 
Avaliação desta notícia vai para: Bruno Cassucci (Globo Esporte)